Pub

Segundo a Polícia Judiciária (PJ), a operação policial ocorreu no âmbito de uma investigação de crimes de contrabando, introdução fraudulenta no consumo e associação criminosa.

Foram intercetados três homens, oriundos do Leste Europeu e que não têm qualquer outra actividade profissional ou modo de vida, tendo um sido anteriormente detido na Alemanha pela prática do mesmo tipo de crime, segundo a PJ.

A PJ refere que "o grupo atuava em rede, com cariz organizado e contornos internacionais, passava pelo transporte de cigarros (por via aérea ou terrestre) e a sua introdução em território comunitário e nacional, através de correios".

"Foram apreendidos cigarros de dezenas de marcas, muitas delas não comercializadas em Portugal, ostentando selo ucraniano e, alegadamente, adquiridas nos circuitos normais por valor muito inferior ao que custariam em Portugal", refere a PJ em comunicado.

A Judiciária continua a investigar para apurar as actividades do grupo em Portugal e noutros países comunitários.

Lusa

Pub