Pub

Um homem suspeito de ter esfaqueado outro em Lagos, provocando-lhe lesões na coluna vertebral, foi detido e vai aguardar julgamento em prisão preventiva, informou ontem a Polícia Judiciária (PJ).

O homem, de 45 anos, está indiciado pelo crime de homicídio na forma tentada, por, alegadamente, ter agredido com uma faca o padrasto da ex-companheira, quando este a tentou defender do agressor, anunciou a PJ em comunicado.

Segundo a polícia, “o arguido, por não aceitar a separação da ex-companheira, de 23 anos”, deslocou-se no dia 03 de novembro, desde Alvalade do Sado (Alentejo) até à residência de familiares da ex-companheira em Lagos, onde esta procurou abrigo.

“Ali chegado, o suspeito rebentou com a porta principal da residência, onde entrou, com o objetivo de coagir a ex-companheira a regressar com ele. Face à violência do arguido para com a mulher, o padrasto desta, um homem de 46 anos de idade, interveio em sua defesa, tendo sido golpeado e sofrido lesões graves ao nível da coluna vertebral, as quais só não lhe causaram a morte pela rápida assistência médica”, indicou a PJ.

Pub