Pub

O homem, de 63 anos, sob o qual existia um mandado de detenção internacional na Interpol, foi detetado em Vilamoura, no Algarve, onde residia, no âmbito de uma outra investigação da PJ, disse à agência Lusa fonte policial.

De acordo com a mesma fonte, o homem foi localizado através dos contactos que mantinha com a organização internacional a partir de Portugal, tendo sido detido pela Diretoria do Sul da PJ em colaboração com a Unidade Central de Combate ao Tráfico de Estupefacientes (UNCTE).

O detido, que tem dupla nacionalidade, francesa e brasileira, refugiou-se no Algarve, depois de ter escapado do sistema prisional brasileiro, após uma saída precária da prisão, quando lhe faltava cumprir cerca de seis dos 10 anos a que foi condenado, em 2007, pelo crime de tráfico de estupefacientes.

O homem vai ser presente ao Tribunal da Relação de Évora, para ser ouvido em primeiro interrogatório judicial, para aplicação de eventuais medidas de coação e extradição para o Brasil.

Lusa

Pub