Pub

Em comunicado, a PJ refere que o detido, de 39 anos, é suspeito de ter golpeado um homem de 58 anos na cabeça com um instrumento contundente, tendo-lhe provocado a morte.

"Posteriormente, para dissimular o crime, o arguido incendiou o local, carbonizando o corpo da vítima", lê-se no comunicado.

O crime ocorreu no final de outubro na zona de Estoi.

O detido foi ouvido em primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a prisão preventiva como medida de coação.

Lusa
Pub