Pub

Os acontecimentos tiveram lugar na manhã de 17 de maio, quando dois dos suspeitos, um homem e uma mulher, “manietaram um homem de 85 anos de idade, levaram-no para o interior do seu apartamento e apoderaram-se de artigos em ouro e de cartões multibanco”, que utilizaram para levantar dinheiro e comprar artigos de ourivesaria.

De acordo com um comunicado da PJ, os suspeitos agiram segundo um plano “previamente gizado” pelo terceiro elemento do grupo, a empregada do octogenário, que “simulou ser vítima por forma a controlar a reação do idoso, durante o tempo em que se apropriavam dos seus bens”.

Os três detidos têm idades entre os 32 e os 42 anos e vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial, para aplicação de medidas de coação.

Lusa

Pub