Breves
Inicio | Economia | Turismo | Plataforma arrancou hoje com 140 percursos no Algarve para passear e pedalar

Plataforma arrancou hoje com 140 percursos no Algarve para passear e pedalar

Uma plataforma digital que reúne 140 percursos para passear a pé ou de bicicleta, mas também alojamentos e experiências associados, foi hoje lançada no Algarve, região piloto de um projeto do Turismo de Portugal.

A plataforma “Portuguese Trails”, apenas disponibiliza, por agora, rotas no Algarve, mas até ao final de 2018 deverá ter conteúdos das sete regiões turísticas portuguesas, sendo as próximas o Centro, o Alentejo, a Madeira e os Açores, disse aos jornalistas Carla Simões, do Turismo de Portugal.

O projeto, coordenado pelo Turismo de Portugal, envolve 111 empresas classificadas como “bike and walk friendly”, o que significa que cumprem os requisitos necessários para “posicionar internacionalmente Portugal como destino de ‘cycling’ (andar de bicicleta) e ‘walking’ (andar a pé)”, explicou.

A plataforma funciona como uma “montra” de toda a oferta que existe no segmento daqueles dois produtos turísticos, incluindo, por exemplo, informação meteorológica ou até a localização de lojas e oficinas para bicicletas.

Disponível em cinco idiomas, a plataforma – que designa também uma marca com o mesmo nome -, congrega ainda mais de meia centena de programas dirigidos a turistas.

À margem da apresentação, a secretária de Estado do Turismo explicou aos jornalistas que o Algarve foi a região escolhida para testar a plataforma para a promoção “de um outro Algarve, para além do tradicional”, conhecido pelo sol e praia.

“É uma tendência internacional e um produto com um crescimento enorme em termos de procura, sobretudo, por parte de pessoas acima dos 50 anos, que já se reformaram, mas que estão ativas e procuram este tipo de experiências”, declarou Ana Mendes Godinho.

Desidério Silva, presidente da Região de Turismo do Algarve, acredita que a região e o país têm capacidade para competir com o mercado espanhol, que já tem este produto turístico muito desenvolvido.

“Isso vê-se através do número de empresas que se estão a constituir para trabalharem nesta área”, sublinhou.

Segundo Ana Mendes Godinho, no próximo ano deverá também ser lançado um novo portal, mas direcionado para o turismo acessível, com a designação “Tourism for all” (Turismo para todos).

A “Portuguese Trails” está a ser desenvolvida em parceria com as entidades regionais de turismo, comunidades intermunicipais, associações e empresas turísticas.

Verifique também

Retirada campanha do aeroporto de Faro que promovia destino francês

O Governo ordenou hoje a retirada de uma campanha publicitária do aeroporto de Faro publicada …