Pub

“Com sede no Campus das Gambelas da Universidade do Algarve, a Plataforma Mar do Algarve realizou ontem a escritura de constituição em Olhão e neste momento a grande prioridade da associação é angariar associados, pois pretendemos ter representantes de todas as forças vivas das atividades ligadas ao mar da região algarvia”, disse à Lusa André Dias, da comissão instaladora.

Segundo André Dias, da empresa Arrifanamar, o passo seguinte à escritura que decorreu ontem no notário de Olhão é desencadear o “processo eleitoral com vista a eleger os órgãos sociais da Plataforma Mar do Algarve”.

“Serão os eleitos que, legitimamente, vão apresentar o respetivo plano de atividades”, explicou.

A “Plataforma Mar do Algarve – Associação para a Dinamização do Conhecimento e da Economia do Mar no Algarve” tem como associados fundadores iniciais cinco empresas, ArrifanaMar, MarSensing, Nautiber, Pedaços de Mar e Sopromar, a Universidade do Algarve e os municípios de Faro, Olhão e Portimão.

Os objetos primordiais da Plataforma são valorizar e dinamizar o conhecimento e a economia do mar, “estimulando a inovação, a concertação de interesses, esforços e atuação dos diferentes agentes em torno de uma estratégia comum”, explica a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região (CCDR) do Algarve, que apadrinha o novo organismo.

Segundo a CCDR, o desenvolvimento de parcerias, a transferência de conhecimento e a inserção em redes nacionais e internacionais são aspetos a que a Plataforma Mar do Algarve vai dar “particular atenção”.

O projeto de constituição da associação começou a formar-se há um ano, quando a CCDR iniciou os primeiros contactos com parceiros públicos, como a Delegação do Sul do Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos.

Lusa
Pub