Pub

A Câmara de Portimão informou hoje que as buscas efetuadas pela Polícia Judiciária (PJ) nas instalações da autarquia, decorreram no âmbito de uma investigação que envolve o vice-presidente Luís Carito e o vereador Jorge Campos.

Num curto comunicado enviado à comunicação social, a Câmara de Portimão indicou que as buscas estão relacionadas com diligências processuais de que são alvo os dois autarcas, eleitos pelo Partido Socialista.

As buscas, segundo o município, "estão relacionadas com um processo que teve origem em denúncias anónimas em 2011, que envolvem a empresa municipal Portimão Urbis".

Por seu turno, fonte da autarquia disse à agência Lusa, que as diligências da PJ estenderam-se também à residência dos dois autarcas.

A gestão das empresas municipais de Portimão, a que estão ligados os dois vereadores, tem sido investigada pela PJ desde 2012.

A agência Lusa contactou a diretoria de Faro da PJ que se escusou a adiantar quaisquer elementos sobre o caso.

Lusa

Pub