Pub

Policia_judiciariaA Polícia Judiciária (PJ) identificou o autor da falsa ameaça de bomba num avião da TAP que hoje reteve no Aeroporto de Faro 38 passageiros durante mais de quatro horas, disse à Lusa fonte policial.

De acordo com a mesma fonte, o homem chegou ao início da tarde às instalações da diretoria de Faro da PJ, onde deverá ser ouvido, após a polícia ter conseguido localizar a origem dos telefonemas a alertar para a existência de uma bomba a bordo de um avião.

A aeronave, que deveria ter partido para Lisboa às 06:05, foi inspecionada por elementos da Brigada de Minas e Armadilhas da PSP de Faro, que não encontrou qualquer objeto suspeito.

Os 38 passageiros a bordo foram retirados em segurança e transportados para Lisboa em outro aparelho, às 11:20.

O Aeroporto de Faro esteve sob alerta laranja durante três horas, sem perturbar a realização de outros voos.

Pub