Pub

Na Ilha da Fuseta, entre Olhão e Tavira, já se ouve o barulho das máquinas e vêem-se várias pessoas a remover os inúmeros detritos e restos de casas que entretanto foram sendo espalhados pelo areal durante as tempestades de inverno.

A demolição propriamente dita das construções só deverá avançar em meados da próxima semana, segundo disse à Lusa fonte do ministério do Ambiente, sendo que todos os proprietários cumpriram o prazo imposto para desocupar as casas, que terminava hoje.

Contudo, um grupo de moradores da aldeia da Fuseta tem estado na ilha a remover alguns materiais, sobretudo telhas e cobres, alguns dos quais são entregues aos proprietários e outros poderão ser usados para outros fins.

Os membros do grupo têm sido por estes dias os únicos "habitantes" da praticamente deserta ilha, onde têm pernoitado, embora prevejam partir durante o fim-de-semana já que segunda-feira poderão começar as demolições.

A maioria está na ilha há poucos dias, mas um dos membros do grupo já lá está há cerca de três semanas a fazer "biscates" a mando de alguns proprietários, que lhe pagam para retirar e transportar materiais.

"A única coisa que pode ter algum valor são as telhas das casas e também algum cobre", diz, acrescentando que também têm sido aproveitadas loiças e algum mobiliário, já que muitos proprietários não voltaram mais às casas.

Considerando que a ilha "vai ficar melhor sem as casas", um dos elementos do grupo diz, contudo, que deveria ser autorizado o campismo na ilha, sob vigilância.

Os trabalhos já iniciados vão permitir a demolição de construções em risco, remoção de escombros e limpeza final do areal da praia e do leito da Ria Formosa.

A primeira fase deverá terminar em junho e a fase final de requalificação arranca a seguir à próxima época balnear, num investimento superior a 441 mil euros.

A Administração da Região Hidrográfica (ARH) do Algarve toma posse administrativa das edificações a partir de segunda-feira, dia a partir do qual as demolições podem avançar.

Lusa

Clique na foto para vê-la maior

Pub