Pub

Segundo disse à Lusa uma das organizadoras do protesto, a ação dos cerca de mil habitantes daquela freguesia do litoral algarvio, está agendada para as 20:30, junto às instalações da Junta de Freguesia.

A transferência da farmácia de Odeceixe para a localidade de Barrada foi autorizada pela Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (INFARMED), a 25 de fevereiro, decisão também contestada pela autarquia local.

De acordo com Sofia Quatorze, da comissão organizadora do protesto, a eventual transferência da única farmácia existente na freguesia, “vai privar a população de serviços essenciais” de apoio à saúde.

Com pouco mais de mil habitantes, a freguesia de Odeceixe fica situada a mais de 15 quilómetros de distância de Aljezur, sendo um dos locais mais procurados da Costa Vicentina durante o verão, época em que chega a receber mais de cinco mil pessoas em permanência.

A eventual transferência da farmácia fará com que os habitantes de Odeceixe, na sua maioria idosos, tenham que percorrer 15 quilómetros para Aljezur, primeiro concelho do Algarve com farmácia, ou 11 quilómetros até à vila de S. Teotónio, no Alentejo.

“Iremos demonstrar o nosso descontentamento com esta decisão, que fará com que os habitantes e visitantes da vila de Odeceixe fiquem sem um serviço, pelo qual lutaram durante cerca de 20 anos”, destacou.

Para Sofia Quatorze, o INFARMED tem mantido nos processos de transferências de farmácias, “uma atitude sem critérios, ao não ter em conta as necessidades das populações”.

Sofia Quatorze acrescentou que a manifestação “está a receber apoios dos habitantes do concelho de Aljezur e das freguesias próximas do Alentejo Litoral”.

Lusa 

Pub