Pub

"Não tenho nada que dar conselhos ao Governo, o Governo sabe o que deve fazer, mas eu receio, e os empresários algarvios receiam, que este conjunto de medidas possam trazer gravíssimos problemas ao Turismo do Algarve. E isso significa emprego, ou desemprego”, afirmou António Pina, em declarações à agência Lusa.

O presidente da RTA reafirmou a sua preocupação em relação aos efeitos cumulativos das três medidas, garantindo que estas criarão uma situação “muito difícil” aos empresários algarvios.

"Portagens na Via do Infante, IVA de 13 para 23 [na restauração] e, segundo consta, uma eventual subida no IVA do golfe, são muitas medidas, todas na mesma direção. Se todas elas já prejudicavam o Algarve, e claramente que o IVA da restauração será muito mau, as três medidas conjuntas, se vierem a ocorrer, provocarão uma situação muito difícil para os empresários do Algarve", sublinhou o responsável.

António Pina falava à margem do Portugal Masters, prova do Circuito Europeu de golfe, que decorre até domingo no Oceânico Victoria Golf Course, em Vilamoura.

Lusa
Pub