Pub

A Estradas de Portugal anunciou hoje a intenção de informar os estrangeiros que queiram vir a Portugal de que podem pagar na internet as portagens das antigas SCUT, mas vai também colocar mais máquinas de pagamento nas fronteiras.

O diretor de Relações Públicas, Mário Fernandes, reconheceu que a empresa quer evitar, no futuro, filas como as que se formaram na quarta e na quinta-feira da Semana Santa para pagar portagens na antiga fronteira do Algarve. “Temos que reforçar a mensagem de que o pagamento pode ser feito comodamente em casa, antes da viagem”, disse, sublinhando que o pagamento no único terminal agora existente na antiga fronteira “nunca pretendeu ser uma solução, mas apenas um último recurso para mais os incautos”.

Mesmo assim, para evitar filas, a empresa quer instalar outra máquina nas praças da fronteira de Vila Real de Santo António (A22) e Vilar Formoso (A25), disse a mesma fonte, sublinhando que Cerveira (A28) não tem movimento que justifique um novo terminal. Segundo Mário Fernandes, a EP pondera também a instalação de máquinas TPA em Espanha, sobretudo em zonas que antecedem as fronteiras.

O diretor de Relações Públicas reforçou que esta solução se destina apenas a veículos de matrícula estrangeira e aconselhou os cidadãos com carros de matrícula portuguesa, mesmo que residam no estrangeiro, a pagar as viagens, posteriormente, num dos 900 postos de correios (CTT) do país ou numa loja payshop.

A EP pondera também a produção de mais produtos além daqueles que estão disponíveis neste momento, quer nos terminais automáticos, quer online, que se resumem a três possibilidades: venda avulso, "passe" para três dias e pré-comprado para cinco dias.

Liliana Lourencinho com Lusa
Pub