Pub

No Algarve, e à semelhança de Portimão, também a Câmara de Faro e a Associação Académica da Universidade estão a promover ações para apoiar as vítimas do mau tempo na Madeira e ajudar à recuperação da ilha.

Em Portimão, a entrega dos bens deve ser feita até quinta feira diretamente na Loja Social da autarquia ou através de um telefonema para a Linha Azul Portimão Solidário (808 960 002), cujos técnicos farão a recolha dos artigos ao domicílio.

Em comunicado, a Câmara de Portimão apela a que as pessoas deem sobretudo roupas para crianças, lençóis, cobertores e alimentos não perecíveis e preferencialmente sólidos, como leite em pó, farinhas lácteas, cereais, bolachas ou massas.

A Câmara de Faro também está a organizar um concerto no Teatro das Figuras para angariar fundos destinados às vítimas do mau tempo na Madeira, embora não haja ainda uma data definida para o espetáculo.

"Queremos garantir um leque de artistas do concelho que gratuitamente irão dar um concerto cujas receitas de bilheteira reverterão totalmente a favor da Madeira", disse à Lusa Cristóvão Norte, da Câmara de Faro.

Também a Associação Académica da Universidade do Algarve (AAUALG) está a promover uma campanha de recolha de roupas e agasalhos, artigos que deverão seguir para a ilha da Madeira integrados na ação da Cáritas de Portugal.

Os bens poderão ser entregues nos pontos de recolha situados no bar 1 do campus de Gambelas, no centro de cópias e no núcleo pedagógico da associação, no Instituto Superior de Engenharia do campus da Penha e ainda na Escola Superior de Saúde de Faro.

Em nota de imprensa, a associação diz prever que a campanha dure cerca de duas semanas e por isso pede "urgência" na entrega de artigos, para que os mesmos possam ser triados e entregues na sede da Cáritas do Algarve.

O Turismo do Algarve também quis manifestar o seu apoio às vítimas do mau tempo na Madeira, anunciando que as receitas de bilheteira do concerto inaugural do "Allgarve’10", realizado sábado, reverteriam para a ilha.

Lusa

Pub