Pub

"Adeus vou ali e já venho" é o espectáculo de Herman José concebeu especificamente para o festival "Solrir" e que estreia esta noite no pavilhão Arena depois das 21:30.

Em declarações à Lusa, Manuel da Luz explicou que parte do espectáculo vai ser uma surpresa, mas vai haver evocação a algumas das mais emblemáticas personagens interpretadas pelo humorista português nas últimas décadas.

Personagens como o caso de Serafim Saudade, Maximiana, Nelito e José Estebes, mas também êxitos musicais como "És tão Boa" ou "Saca Rolhas" vão animar o festival do riso de Portimão que conta também no palco do pavilhão Arena com p humorista Carlos Pacheco e o Grupo Boa Esperança e os "sketches" Chamem o Médico" e "Hollywood do Manel".

Nas primeiras duas sessões, dia 01 e 02 de Janeiro, o "Solrir" foi visto por cinco mil pessoas, um número que é "ultra bom" na opinião do autarca de Portimão, Manuel da Luz, considerando que o festival de humor do Algarve é um evento que veio para ficar.

"Um espectáculo consolidado e que em 2011 também vai continuar", disse Manuel da Luz, referindo que o orçamento rondará os 200 mil euros. O orçamento, contudo, poderá aumentar para "garantir ainda mais qualidade se for possível", explicou.

O festival de 2010 contou também com um investimento total a rondar os 200 mil euros e nele participaram humoristas consagrados como Fernando Mendes, a dupla Quim Roscas e Zeca Estacionâncio, Nilton, Eduardo Madeira, Francisco Menezes e Aldo Lima.

Para entrar no espectáculo do riso desta noite, os ingressos custam 3,5 euros.

Pub