Pub

Este número inclui os passageiros recebidos nos portos de Leixões, de Lisboa, de Portimão, do Funchal, dos Açores e, este ano também, de Viana do Castelo e de Cascais.

O recorde foi determinado pelo aumento de 94 por cento do segmento de turnaround que contabilizou 97 439 passageiros, o número mais elevado de sempre, contra os 50 223 registados em 2008. Na realidade, embarcaram nos portos portugueses 49 928 passageiros (mais 102 por cento) e desembarcaram 47 511 (mais 86 por cento). Apesar de o porto do Funchal ter registado uma variação positiva, os portos de Lisboa (mais 116 por cento), Portimão (mais 5 335 por cento) e Leixões (mais 1 366 por cento) foram os principais responsáveis por este crescimento, sendo de referir que, pela primeira vez, se realizaram operações de cruzeiro com início e fim nos portos de Portimão e Leixões, ambas realizadas pelo navio Princess Danae.

No que se refere aos passageiros em trânsito, ainda que tenha ocorrido um decréscimo global de um por cento, os portos do Funchal e Portimão registaram crescimentos de oito e de 100 por cento, respectivamente. Na realidade, foram estes dois portos e Lisboa que, em termos do número total de passageiros, contabilizaram um maior número face a 2008, tendo o porto do Funchal liderado a nível nacional com um total de 435 821.

Apesar de se ter verificado um crescimento de quatro por cento no número total de passageiros que visitaram Portugal, registou-se um decréscimo de três por cento no número de escalas de navios de cruzeiro – 719 contra as 739 contabilizadas em 2008 –, o que significa que os portos nacionais foram escalados por navios de maior dimensão. No entanto, as escalas em turnaround atingiram um número nunca antes alcançado – 100 –, que correspondeu a um crescimento de 69 por cento.

À semelhança do ocorrido nos passageiros, os portos do Funchal e de Portimão foram os que registaram crescimentos no número de escalas, três por cento e 46 por cento respectivamente, tendo, no entanto, a liderança continuado a pertencer a Lisboa, com 294 escalas.

De facto em 2009, o Porto de Cruzeiros de Portimão manteve a acentuada cadência de crescimento que o vem caracterizando, com cerca de 51 mil passageiros, repartidos pelos cruzeiros e pela ligação regular semanal à Madeira e Canárias por ferry-boat, afirmando-se como a maior plataforma logística de transporte de passageiros entre a Península Ibérica e as ilhas atlânticas.

Com efeito, e relativamente a 2008 (ano em que tinha recebido 26 escalas e 11.217 visitantes), Portimão recebeu no ano transacto um total de 38 escalas e de 23.588 visitantes, correspondendo a um crescimento a que acrescem os números relativos à escala semanal do “Volcán de Tijarafe”, que liga Portimão à Madeira e às Ilhas Canárias, com mais 27.826 passageiros.

No ano passado, cerca de 60 por cento dos turistas desembarcados no Porto de Cruzeiros visitaram Portimão para conhecerem o património edificado, o comércio e a gastronomia local, dinamizando assim a economia da cidade.
De referir, ainda, que as cidades de Cascais e de Viana do Castelo foram incluídas nos itinerários de quatro e um navios de cruzeiro, respectivamente, situação que não ocorreu em 2008.

No Porto de Cruzeiros de Portimão para 2010, estão confirmadas 68 escalas de navios de cruzeiros, representando um aumento de 79 por cento, prevendo-se que o número de passageiros quase triplique, passando para próximo dos 60 mil turistas, o que significará um crescimento de 155 por cento.

Hoje, dia 12 de Março, o “Silver Wind” da companhia Silversea Cruises inaugurou as escalas do ano, transportando 296 passageiros e 212 tripulantes, que viajam de Lisboa com destino ao porto italiano de Civitavecchia, que serve a cidade de Roma.

Portimão promove-se na Seatrade Cruise Shipping Convention de Miami

O Porto de Cruzeiros de Portimão volta a estar representado na Seatrade Cruise Shipping Convention, o maior certame de cruzeiros do mundo, a decorrer entre 15 e 18 de Março em Miami com a presença de cerca de 900 expositores de 119 países ou regiões e os principais operadores deste importante segmento do mercado turístico.

Em Miami, onde são esperados mais de dez mil visitantes, Portimão integrará uma estratégia conjunta com Lisboa, Leixões, Açores e Madeira, sendo divulgada na ocasião uma edição que agrupa os portos de cruzeiros nacionais, assim como uma brochura específica sobre o porto de cruzeiros algarvio.

Esta representação insere-se no âmbito de um protocolo celebrado com o Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos, tendo em vista o desenvolvimento de acções destinadas a promover o Porto de Cruzeiros e o destino turístico Portimão, a nível nacional e internacional.

Pub