Pub

Neste trabalho analítico, pioneiro em língua portuguesa e que também será editado em vários países, as coautoras Ericka Amorim e Nina Cardona destacaram o potencial de Portimão enquanto destino do turismo de cruzeiros, traduzido num crescimento entre 2007 e 2011, tanto no número de passageiros como de escalas.

O livro conta com a autoria de vários especialistas universitários e inclui um capítulo inteiramente dedicado à cidade algarvia, da responsabilidade de Júlio Mendes e Nuno Silva, que contextualizam a indústria do turismo e adotam como caso especial o porto de Portimão, bem como o crescimento do setor no sul do país e a sua posição estratégica no mercado europeu.

Para o vice-presidente da Câmara de Portimão, Luís Carito, o turismo de cruzeiros “pode contribuir para um impacto económico muito significativo na região algarvia e tem que merecer do Poder Central uma aposta forte e decidida”, sublinhando a “ urgência de investimentos fundamentais”, como a melhoria das acessibilidades ao porto, a dragagem do canal, o prolongamento do cais de acostagem e a aquisição de um rebocador multifuncional de apoio aos navios e a construção de um terminal de passageiros com boas condições.

Nos últimos quatro anos, o número de passageiros de cruzeiros movimentados no Porto de Portimão cresceu 673%, passando de 5.798 passageiros movimentados em 2007 para 44.841 passageiros em 2011.

Para 2012, e até ao momento, estão confirmadas 45 escalas, prevendo-se uma ligeira diminuição face ao ano passado.

Pub