Pub

Com o inicio previsto para as 21h00, no dia 17 de Julho, o evento abre com os portugueses Shake Shake and Show Me Your Pussy, seguindo-se os espanhóis Little Cobras, os dinamarqueses Thee Attacks e a encerrar os concertos no palco do Calçadão, os ingleses The Len Price 3.

A festa continuará pela noite fora com um After Party no Boomerang Café em Vilamoura (Largo do Cinema), com entrada livre.

O evento, que inicia com um warm up na sexta-feira, dia 16 a partir das 22h00, no Boomerang Café em Vilamoura com a apresentação ao vivo de Nick Nicotine & Hys Mystical Orchestra, e um set com alguns dos melhores DJ´s Ibéricos de Rock `n` Roll. A entrada para este espectáculo será gratuita.

Os Bilhetes para sábado estão à venda no Boomerang Café (Vilamoura), Emfocus – Nuno Graça (Quarteira), X-Style e Bafo de Baco (Loulé) com o custo de 7,50 euros para bilhetes individuais e pack especial de 4 bilhetes por 20 euros.

OS CONCERTOS

(Sábado no Palco do Calçadão)

SHAKE SHAKE and SHOW ME YOUR PUSSY

Nacho Galinha, Paco Malasuerte e El Pibe de la Muerte são três agitadores de Alcobaça impregnados de Rock `n` Roll até aos ossos, um dia pegaram nas guitarras domesticadas e libertaram-nas deixando-as em puro estado selvagem, sempre acompanhadas por uma batida frenética. Desde esse dia que seguiram o trilho dos "Gories", "Oblivians" ou até mesmo dos "Gun Club", o único problema tem sido quando e onde parar. De momento não sabemos do seu paradeiro, porém a sua presença no Quarteira Rock Fest 2010 é certa a 17 de Julho, e a agitação garantida… Shake Shake…

LITTLE COBRAS

O veneno selvagem dos Little Cobras começou por se propagar em 2005 na Andaluzia, mas poderia muito bem ter sido no deserto de "Mojave", terra onde as Cobras imperam e os aviões supersónicos repousam. O som dos Little Cobras é tão escaldante e rebelde quanto a Andaluzia ou a Califórnia, onde o Rock `n` Roll ultrapassa a barreira do som e atinge-nos como se nunca o tivéssemos ouvido, Garage/Punk temperado com música negra. Perfeito para o inicio de uma noite de Verão que se quer repleta de boas vibrações.

THEE ATTACKS

Jimmy Attack e os seus três irmãos, Johnny, Terry e Mickey vêm da Dinamarca e tal como os seus ancestrais antepassados Vikings, parecem inspirados no seu Deus do trovão (Thor), empregando nos seus concertos toda a vitalidade Nórdica que outrora fora usada em conquistas épicas, com a diferença que o Ataque agora é feito com guitarras, bateria e uma voz irrequieta e abrasiva, que nos transporta para o meio da década de 60, com um toque bem MOD’erno, cheios de uma energia contagiante, capaz de pôr a dançar os mais desprevenidos. Os Thee Attacks têm fama de vivo não darem tréguas ao público. Pela primeira vez em Portugal, trazem consigo o seu álbum "That’s Mister Attack to You" editado este ano, produzido por "Liam Watson" que já trabalhou com os "White Stripes".

THE LEN PRICE 3

The Len Price 3 são tipicamente ingleses no som, soam a tudo o que de bom se fez na ilha de sua Majestade durante a prolífica década de 60, assim que os ouvimos lembramo-nos dos The Who, dos Kinks ou dos Creation, mas desenganem-se aqueles que pensam tratar-se de uns meros imitadores, os The Len Price 3 são a melhor homenagem a todas essas bandas que tão boa música criaram, partindo do seu legado conseguem construir novas canções tão ou mais contagiantes que as dos seus heróis. Irresistíveis na sua abordagem garage/pop/rock, é quase impossível não tentar trautear as suas músicas, harmonias inebriantes e contagiantes acompanhadas por coros que elevam o seu som a outra dimensão. Os The Len Price 3 são uma agradável e refrescante proposta no actual panorama musical. Excelentes! Estreiam-se em Portugal a 17 de Julho de 2010 no Quarteira Rock Fest.

NICK NICOTINE & HYS MYSTICAL ORCHESTRA (Sexta-feira no Boomerang)

A Mystical Orchestra surge este ano quando o Maestro Nick Nicotine IV (Act-Ups, Ballyhoos, Singing Dears e muitas mais bandas) gravava o álbum "Ghosts and Spirits " terceiro da Nicotine`s Orchestra, o seu projecto "One Man Band". Rodeado por todos os lados de sons surgidos da sua mente criativa, sentiu a necessidade de convidar mais três músicos para registar todas as suas ideias, metamorfoseando-se a Nicotine`s Orchestra em Mystical Orchestra que se irá apresentar ao vivo, dia 16 de Julho, no Warm Up do Quarteira Rock Fest no Boomerang Café em Vilamoura.

DJ SET (Sexta e Sábado no Boomerang Café)

PEDRO CHAU:

Iniciou-se como DJ por volta de 2002 em clubes londrinos como o ‘Club for Losers’, ‘Dirty water Club’ entre outros. Nas suas sessões de DJ, pode-se esperar ouvir em vinil grupos como Os Kinks/Spencer Davies Group/Pretty Things, clássico e obscuro ‘garage punk’ e ‘psych’, ‘freakbeat’ e, compilações de rock’n’roll com ritmos mais exóticos de influências africana e oriental. Para além destas preferências e dentro de um contexto apropriado, gosta também passar ’50’s rhythm and blues, Soul, rockabilly e algumas bandas mais recentes.

A BOY NAMED SUE

Os seus sets caracterizam-se por uma forte vertente Rock `n` Roll, nos quais visita sonoridades soul, funk, rythm and blues, garage e punk rock ou new wave, uma espécie de máquina do tempo que cria laços entre os grandes clássicos e as novas tendências da música contemporânea.

MARIA P.

Iniciou-se como DJ há quase dez anos no Flamin..Club (Astúrias). Posteriormente levou a Barcelona o seu entusiasmo pelo jazz, early soul, R&B, exótica e surf. Colaborou no programa de rádio ROOTDOWN na emissora do produtor londrino Josh Brent, alternando o seu trabalho na rádio com sets nas suadas noites de r&b em clubes como Crazy Soul Party ou Las Vegas Party. Posteriormente deixou-se seduzir por uns rapazes de calças ajustadas e botins e virou-se para outro tipo de sons como freakbeat, garagem ou psicadélica. Actualmente em Lisboa compila singles com avidez sempre prontos a serem passados para um público com vontade de partir os seus sapatos na pista.

CAMPEÕES DO IÉ-IÉ

Os CAMPIÕES DO IÉ-IÉ são o duo, MR.GROOVE & MILKSHAKE que saiu da sua cave empoeirada, algures nos terrenos baldios da editora Groovie Records, com a mala cheia de discos de vinil, pequenos, grandes, médios, relíquias vintage e não só. Para agitar de vez as noites lusas, divulgando os sons mais obscuros e psicadélicos, com especial destaque para 60’s e 70’s português. Este duo representando a editora Groovie Records, mexe com o hipotalamo de qualquer cavernicola com meio palmo de testa, com sessões musicais das mais inusitadas zonas do Globo.

Pub