Pub

A Pousada do Palácio de Estoi venceu na categoria «Prémio Especial Turismo de Portugal», atribuído a um investimento que tenha recebido apoio financeiro do instituto nos últimos três anos.

A nova pousada resultou da recuperação do Palácio de Estoi – exemplo da arquitectura romântica, civil e eclética do século XVIII – e custou 15 milhões de euros, postos ao serviço da valorização do património histórico da região.

O «Novo Projecto Privado» que mais contribuiu para o desenvolvimento do turismo em 2009 foi o Hotel Tivoli Victoria, em Vilamoura. A luxuosa unidade de cinco estrelas está localizada sobre os fairways do campo de golfe Oceânico Victoria, que recebe anualmente o «Portugal Masters», e integra o projecto Vilamoura XXI.

E o Museu de Portimão – recentemente agraciado com o «Prémio Museu do Ano do Conselho da Europa» – conquistou uma menção honrosa como «Novo Projecto Público». Uma antiga fábrica de conservas cedeu as suas instalações a este equipamento cultural e numa área de cinco mil metros quadrados surgiu o abrigo para um importante espólio arqueológico, naval, industrial, subaquático, etnográfico e iconográfico de Portimão.

Os prémios foram entregues durante a Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorre até domingo na FIL (Parque das Nações), depois da escolha do júri composto por André Jordan, José Carlos Pinto Coelho (presidente da Confederação do Turismo Português), António Perez Metelo (jornalista) e Luís Patrão (presidente do Turismo de Portugal, IP).

A 5.ª edição do evento recebeu 192 candidaturas de todo o país, 19 das quais algarvias

Pub