Pub

Hotel_guadiana_vrsa O primeiro hotel de cinco estrelas de Vila Real de Santo António, o Hotel Guadiana, deve abrir ao público no verão de 2017, anunciou na terça-feira a autarquia, dia em que foi assinado o protocolo de requalificação do edifício.

Em comunicado, o município refere que a obra, estimada em 2 milhões de euros e financiada pelo fundo comunitário Jessica, inclui a renovação exterior e interior do imóvel, transformando-o numa unidade de cinco estrelas e colocando “um ponto final no cenário de degradação” do hotel, “que é um cartão-de-visita da frente ribeirinha da cidade”.

Além da reativação do seu uso original – o hotel foi inaugurado em 1923, mas estava ao abandono há mais de uma década -, a obra contempla a manutenção da fachada original, classificado como imóvel de interesse arquitetónico municipal, possibilitando a instalação de 31 quartos.

Em complemento ao hotel, a unidade engloba ainda a exploração de um conjunto de suítes de luxo no edifício da Alfândega (a primeira construção da cidade), bem como um “beach club” localizado na foz do Rio Guadiana, lê-se na nota de imprensa divulgada pelo município.

Assinatura_protocolo_requalificacao_hotel_guadiana_vrsa2Para Luís Gomes, presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, “com esta obra, a cidade ganha o seu primeiro hotel de cinco estrelas, que será responsável pela criação de 40 postos de trabalho diretos, o que corresponde ao compromisso da autarquia de criar emprego e atrair desenvolvimento para o município”.

De acordo com o autarca, “a intervenção devolve também à cidade um edifício de referência que permite a conjugação do turismo cultural e a promoção do património, dando seguimento à candidatura de Vila Real de Santo António a Património da Humanidade da Unesco”.

Paralelamente à recuperação do Hotel Guadiana, a autarquia quer transformar o centro histórico da cidade numa referência em termos turísticos, estando para isso em marcha um projeto que pretende converter três imóveis pombalinos, propriedade do município, num conjunto de unidades de alojamento de charme.

Localizado na frente ribeirinha de Vila Real de Santo António, o Hotel Guadiana marcou o turismo algarvio no início do século XX, tendo sido desenhado pelo arquiteto de origem suíça Ernesto Korrodi e construído entre 1918 e 1921.

A sua existência deve-se ao industrial conserveiro Manuel Ramirez, que verificou a necessidade de acolher comerciantes nacionais e estrangeiros naquela cidade algarvia.

A sua arquitetura é caracterizada pela mistura de vários estilos, manifestando uma transição entre a estética da arte nova e a composição clássica, conclui a autarquia.

Pub