Pub

DSC_0093
© Samuel Mendonça

A organização do Festival Jota divulgou na última sexta-feira os primeiros nomes do cartaz da próxima edição daquele evento que se realiza este ano e pela primeira no Algarve, conforme anúncio feito no final da edição do ano passado.

DSC_0160
Banda Jota © Samuel Mendonça

A 8ª edição do maior festival de música de inspiração cristã que se realiza em Portugal e um dos maiores na Península Ibérica – inicialmente agendada para 24, 25 e 26 de julho, mas depois adiada para 31 de julho, 1 e 2 de agosto – trará a Faro, mais concretamente ao terreno do Vale das Almas (onde se realiza anualmente a habitual Concentração Internacional de Motos), para além da Banda Jota, ligada ao nascimento do festival, os também portugueses Maresia, Godstones, e Graal, banda que fará a apresentação oficial do seu primeiro álbum.

Maresia
Maresia

Os Maresia, pela primeira vez no festival, regressam ao Algarve para apresentar em concerto intimista temas do seu novo álbum, intitulado “O Menino Gaivota”. Recorde-se que a banda escutista de Aveiro foi a convidada do III Festival da Música Escutista do Algarve (FESCUT), realizado em 2003 em Portimão, tendo apresentado o seu primeiro álbum “A Festa da Música”.

DSC_0036
Godstones © Samuel Mendonça

Os Godstones apresentarão temas do seu álbum de lançamento – “Hossana” – depois de terem participado o ano passado no palco principal do festival, um percurso que se seguiu à vitória alcançada em 2013 no “teu Palco”, um espaço onde novos grupos musicais têm oportunidade de apresentar os seus trabalhos.

The Sun
The Sun

De fora de Portugal, está já garantida a presença dos italianos The Sun, que repetem a presença estreante de 2013, e do espanhol Nico Montero, que participa pela primeira vez no evento.

Nico Montero
Nico Montero

Nos próximos meses deverão ir sendo divulgados novos nomes do cartaz.

O Festival Jota nasceu em 2007 no seio do Secretariado da Pastoral Juvenil da Guarda, organizado em colaboração com a Banda Jota, mas logo se tornou itinerante, de âmbito nacional, aberto a todos os jovens do país como proposta unificadora da pastoral da juventude em Portugal.

Pub