Pub

Cinco pessoas suspeitas de tráfico de droga no Algarve ficaram em prisão preventiva após uma operação conduzida na quarta e quinta-feira pela PSP, durante a qual foram detidas nove pessoas, foi hoje anunciado.

Em comunicado publicado no seu “site”, a procuradoria da Comarca de Faro informou que os detidos – sete homens e duas mulheres, com idades entre os 25 e os 37 anos – são suspeitos de traficar cocaína e heroína em diversas zonas do Algarve, nomeadamente, Faro, Loulé, Boliqueime e Albufeira.

Segundo a PSP de Faro, além dos cinco presos preventivos, um outro suspeito que era procurado pela justiça e que possuía passaporte e carta de condução falsos, foi também enviado para a prisão para iniciar uma pena relativa a um processo de tráfico anterior.

Durante a operação, a PSP apreendeu “centenas de euros em dinheiro, 535 doses de cocaína, 36 doses de heroína, diversas doses de haxixe, equipamento informático e eletrónico e vários objectos utilizados no acondicionamento e embalamento do produto”, lê-se em comunicado enviado pela PSP.

“Salientamos que se tratou de uma investigação que tivera na sua base a recolha de notícias relativas a movimentações que despertaram a atenção de moradores e da polícia, relevando também o facto de três dos suspeitos detidos terem antecedentes criminais por tráfico de droga”, acrescentou.

Um dos arguidos foi libertado por não se verificarem os pressupostos de aplicação de outras medidas de coação além do Termo de Identidade e Residência (TIR).

Os restantes dois ficaram obrigados a apresentações semanais às autoridades e proibidos de contactar pessoas conotadas com o tráfico de droga.

Pub