Inicio | Sociedade | Prisão preventiva para suspeito de violência doméstica em Lagos

Prisão preventiva para suspeito de violência doméstica em Lagos

O Tribunal de Lagos decretou prisão preventiva a um homem suspeito de violência doméstica, detido na terça-feira, até existirem condições para que permaneça em prisão domiciliária.

Em comunicado divulgado ontem no ‘site’ da Procuradoria da Comarca de Faro, o Ministério Público adiantou que o homem, de 58 anos, namorou durante 15 meses com a vítima, antes de casarem, em 2015, mas em 2016 a mulher pediu o divórcio.

“A partir desse momento, o arguido terá, repetidamente, injuriado, agredido, ameaçado de morte, e perseguido a ofendida, designadamente no local de trabalho, bem como entrado em casa desta, contra a sua vontade”, lê-se na nota.

O homem é ainda suspeito de um crime de detenção de arma proibida, tendo-lhe sido apreendidas armas e munições proibidas.

Ficou ainda proibido de contactar a vítima e de deter ou adquirir armas de fogo.

Verifique também

Encontro dos Povos Migrantes em Loulé juntou este ano cristãos e muçulmanos como “irmãos”

O Encontro dos Povos Migrantes, que reúne anualmente imigrantes no Algarve para celebrarem a mesma …