Breves
Inicio | Sociedade | Procotolo une 17 organismos do concelho no apoio aos sem-abrigo do concelho

Procotolo une 17 organismos do concelho no apoio aos sem-abrigo do concelho

“O Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo – NPISA – resulta de uma parceria efetiva de 17 entidades que, em estreita articulação, se vai dedicar à problemática dos sem-abrigo no concelho”, explicou hoje o chefe de Gabinete da Câmara de Faro, Cristóvão Norte.

"Fazer um levantamento dos sem-abrigo que existem no concelho de Faro, aglutinar esforços e reforçar os mecanismos de intervenção e tomar medidas convenientes para a reinserção social destas pessoas" são os principais propósitos do protocolo de cooperação que foi celebrado recentemente, acrescentou Cristóvão Norte.

Em comunicado de imprensa, a autarquia reconhece “a necessidade de envolvimento dos vários atores no terreno na identificação dos problemas” dos sem-abrigo e na “construção e implementação de medidas específicas com vista à sua resolução desses problemas”.

Além da Câmara de Faro, assinaram o protocolo as juntas de freguesia da Sé e de S. Pedro, a PSP e SEF, Centro Distrital de Segurança Social de Faro, Grupo de Ajuda a Toxicodependentes, Movimento de Apoio à Problemática da Sida e a Santa Casa da Misericórdia de Faro.

O Hospital de Faro e os centros de saúde da região, os centros paroquiais de S. Pedro e S. Luís, a Delegação Regional do Algarve do Instituto da Droga e da Toxicodependência, o Centro de Apoio aos Sem-Abrigo (CASA), a Cruz Vermelha Portuguesa e a Rede Europeia Anti-Pobreza completam o conjunto das entidades que assinaram o protocolo com a autarquia de Faro que, na sua "Carta Social", coloca a os sem-abrigo "como uma das dimensões de prioridade de intervenção concelhia”.

Lusa

Verifique também

Escola Secundária Pinheiro e Rosa, em Faro, procura bicicletas usadas para recuperar

A Escola Secundária Pinheiro e Rosa, em Faro, está à procura de bicicletas usadas, peças …