Breves
Inicio | Sociedade | Procotolo une 17 organismos do concelho no apoio aos sem-abrigo do concelho

Procotolo une 17 organismos do concelho no apoio aos sem-abrigo do concelho

“O Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo – NPISA – resulta de uma parceria efetiva de 17 entidades que, em estreita articulação, se vai dedicar à problemática dos sem-abrigo no concelho”, explicou hoje o chefe de Gabinete da Câmara de Faro, Cristóvão Norte.

"Fazer um levantamento dos sem-abrigo que existem no concelho de Faro, aglutinar esforços e reforçar os mecanismos de intervenção e tomar medidas convenientes para a reinserção social destas pessoas" são os principais propósitos do protocolo de cooperação que foi celebrado recentemente, acrescentou Cristóvão Norte.

Em comunicado de imprensa, a autarquia reconhece “a necessidade de envolvimento dos vários atores no terreno na identificação dos problemas” dos sem-abrigo e na “construção e implementação de medidas específicas com vista à sua resolução desses problemas”.

Além da Câmara de Faro, assinaram o protocolo as juntas de freguesia da Sé e de S. Pedro, a PSP e SEF, Centro Distrital de Segurança Social de Faro, Grupo de Ajuda a Toxicodependentes, Movimento de Apoio à Problemática da Sida e a Santa Casa da Misericórdia de Faro.

O Hospital de Faro e os centros de saúde da região, os centros paroquiais de S. Pedro e S. Luís, a Delegação Regional do Algarve do Instituto da Droga e da Toxicodependência, o Centro de Apoio aos Sem-Abrigo (CASA), a Cruz Vermelha Portuguesa e a Rede Europeia Anti-Pobreza completam o conjunto das entidades que assinaram o protocolo com a autarquia de Faro que, na sua "Carta Social", coloca a os sem-abrigo "como uma das dimensões de prioridade de intervenção concelhia”.

Lusa

Verifique também

Despiste de ambulância provoca quatro feridos graves em Paderne

Quatro pessoas ficaram hoje feridas com gravidade na sequência do despiste de uma ambulância de …

Folha do Domingo

GRÁTIS
BAIXAR