Inicio | Igreja | Professores de EMRC fizeram compromisso e foram enviados pelo bispo do Algarve

Professores de EMRC fizeram compromisso e foram enviados pelo bispo do Algarve

Foto © Samuel Mendonça

Dezoito dos 19 professores até agora colocados para lecionar a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) no Algarve neste ano letivo de 2017/2018 realizaram no passado sábado o compromisso de fidelidade à sua missão, sendo depois enviados com uma bênção pelo bispo do Algarve.

Foto © Samuel Mendonça

Na celebração, que teve lugar na capela do Seminário de Faro, os docentes comprometeram-se em “servir a Igreja católica presente na escola, a fim de propor e de proporcionar livremente aos alunos a visão cristã do mundo, do homem e de Deus”. Os professores garantiram igualmente o “empenho” no progresso da própria qualificação, o “aperfeiçoamento” do próprio ensino, a “coerência” do seu testemunho cristão, através de uma vida “comprometida eclesialmente”, e a sua “fidelidade à Igreja”, “dispostos a assumir as orientações diocesanas e nacionais no ensino religioso escolar”.

Foto © Samuel Mendonça

O assistente do Secretariado da Pastoral Escolar da Diocese do Algarve, serviço que promoveu a iniciativa, disse aos professores que a Igreja lhes confia a “missão” de serem “educadores cristãos na modalidade específica do ensino religioso escolar”. “A Igreja envia-vos, assim, para um serviço que prestais em seu nome e na fidelidade à sua missão evangelizadora. E fá-lo, na certeza de assim prestar também um serviço imprescindível à educação integral dos alunos”, afirmou o cónego Carlos César Chantre que também concelebrou.

Foto © Samuel Mendonça

Na celebração, concelebrada também pelo padre António de Freitas, vigário episcopal para a pastoral, o bispo do Algarve lembrou também o trabalho realizado pelo falecido bispo D. António Francisco dos Santos nesta área.

Foto © Samuel Mendonça

No encontro com os professores, que precedera a celebração, o cónego César Chantre considerou que o docente de EMRC é aquele que “tem o objetivo mais difícil” e a “disciplina mais difícil da escola”. Aquele responsável destacou que os professores daquela disciplina são o “braço pedagógico da Igreja”, a quem disse competir “aprofundar e desenvolver a relação com os seus pares, por forma a que os seus alunos se sintam atraídos pela disciplina”. “Isto é uma missão, das mais difíceis que os senhores assumiram”, acrescentou.

Foto © Samuel Mendonça

No último ano letivo, dos 23.547 alunos algarvios do 5º ao 9º ano de escolaridade, 5.851 frequentaram a disciplina de EMRC.

Foto © Samuel Mendonça

Verifique também

Igreja do Algarve vai dar formação básica a novos catequistas

O Sector da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese do Algarve promove a partir …

Deixe uma resposta