Pub
Cartaz do ano pastoral 2014/2015
Cartaz do ano pastoral 2014/2015

Completados os dois primeiros anos do Programa Pastoral projetado até 2017, que interpelaram e motivaram pelo “chamamento à fé” e pelo chamamento ao amor”, a Igreja católica algarvia cumpre agora, o terceiro ano daquele percurso programático com o que lhe foi dado recolher das iniciativas e experiências feitas, para responder, em 2014/2015, ao “chamamento à santidade”.

Sob o lema “Chamados à Santidade – O Templo de Deus é Santo e vós sois esse Templo!” (cf 1Cor 3, 16ss) e inspirado no trecho da constituição Sacrosanctum Concilium (SC) – uma das quatro constituições saídas do Concílio Vaticano II que lembra que “da liturgia, em especial da Eucaristia, conseguem os homens com total eficácia a santificação em Cristo e a glorificação” (cf SC 10) –, o novo Programa Pastoral para 2014/2015 da Diocese do Algarve, ao qual Folha do Domingo teve acesso, inspira-se no exemplo de alguns santos, com destaque para o dos “algarvios” São Vicente, São Gonçalo de Lagos e beato Vicente de Albufeira.

“Todos somos chamados a ser santos. Ser santos não é privilégio de alguns. É vocação de todos”, lembra o documento, acrescentando que a “vocação à santidade” deve ter em conta três dimensões: ser “acolhida como dom batismal, alimentada e celebrada na comunidade e testemunhada no mundo”. “Seremos apoiados neste percurso pela Exortação Apostólica A alegria do Evangelho, do Papa Francisco”, refere também o Programa Pastoral, explicando que acompanham também neste trajeto as “propostas operativas resultantes da reflexão e partilha sinodal” intitulada “Repensar juntos a pastoral da Igreja em Portugal”.

Para cada um dos níveis de ação – paroquial, vicarial e diocesano – foram sugeridas propostas pastorais. No que respeita às paróquias, é proposto “cuidar da preparação e celebração dos sacramentos de iniciação cristã”; “fomentar maior apreço pela Eucaristia, cuidando da valorização dos sinais, dos gestos e, particularmente, da homilia”; “continuar a promover a oração em família, inspirados no ícone da Sagrada Família”; “a Lectio Divina com a criação de novos grupos” e “tempos específicos de adoração eucarística, sensibilizando para uma participação alargada”. É pedido ainda que se possa “proporcionar o conhecimento da vida dos santos, particularmente, São Vicente, diácono e mártir, padroeiro da Diocese; dos algarvios São Gonçalo de Lagos e Beato Vicente de Albufeira; dos mais próximos e conhecidos: São João Paulo II, Beatos Jacinta e Francisco e Beata Teresa de Calcutá; do padroeiro da própria Paróquia e dos que têm a sua imagem na Igreja paroquial; do santo do próprio nome (pesquisa nos grupos de catequese)”. É também pedido que se possa “valorizar as festas paroquiais e outras expressões da piedade popular” e “o testemunho na família e na sociedade, em ordem à evangelização dos ambientes, apoiados nos movimentos de índole evangelizadora e apostólica”; que se proporcione “o acesso de toda a comunidade ao sacramento da reconciliação, para além dos períodos litúrgicos habituais (Advento e Quaresma); e que se promova “o estudo da Exortação A alegria do Evangelho, através da criação de grupos específicos com esse objetivo”.

A nível vicarial é pedida que se dê “continuidade à Escola de Leigos” e que se aprofunde o “tema da santidade na Sagrada Escritura” e que se assinale a “celebração do Ano da Vida Consagrada através de um encontro formativo e celebrativo, a partir das comunidades de consagrados presentes na Vigararia”.

A nível diocesano sugere-se que se possa “apoiar as Vigararias e Paróquias em ações relacionadas com a «vocação à santidade»”, “envolver toda a Diocese na celebração do Ano da Vida Consagrada”, “organizar uma jornada para o Clero sobre o tema: A Diocese do Algarve e «A alegria do Evangelho»: caminhos de conversão, renovação e missão”, “elaborar uma grelha de leitura da Exortação «A alegria do Evangelho» que proporcione o seu estudo a nível paroquial e/ou vicarial com grupos constituídos com este objetivo” e “dar continuidade às ações previstas no último ano pastoral para a família, diligenciando a elaboração de uma guião de apoio à oração em família”.

O Programa Pastoral da Diocese do Algarve para 2014/2015 será lançado e apresentado no próximo dia 27 deste mês, no contexto da Assembleia Diocesana que se realizará a partir das 9.30h no salão da igreja de São Pedro do Mar, em Quarteira, conforme o programa abaixo, com destaque para a apresentação do tema “Vaticano II, 50 anos depois. Novidade, aplicação e frutos da Sacrosanctum Concilium/Sagrada Liturgia”.


Assembleia Diocesana
27 de setembro de 2014 – igreja de São Pedro do Mar, Quarteira

09.30h – Acolhimento

10.00h – Oração da manhã

– Saudação

– Apresentação dos trabalhos da Assembleia

10.30h – Vaticano II, 50 anos depois. Novidade, aplicação e frutos da Sacrosanctum Concilium/Sagrada Liturgia (padre Carlos de Aquino)

11.30h – Intervalo

12.00h – Diálogo com o conferencista

13.00h – Almoço

14.30h – Princípios inspiradores do Programa Pastoral 2014-2015 – Chamados à santidade

Quadros relativos a santos algarvios: S. Vicente, S. Gonçalo de Lagos e Beato Vicente de Albufeira

15.45h – Intervalo

16.00h – Eucaristia (na Igreja de S. Pedro do Mar)

– Encerramento

Pub