Pub

O novo empreendimento contemplará numa primeira fase, que deverá ficar concluída em finais de 2023, 2 hotéis de 5 estrelas, um hotel de 4 estrelas, 2 aldeamentos, um campo de golfe e uma zona comercial. No total das suas 5 fases, o projeto terá 359 hectares, 919 camas (373 nas 3 unidades hoteleiras e 546 nos 6 aldeamentos turísticos previstos) e um campo de golfe de 18 buracos na zona envolvente da área residencial.

O presente projeto prevê a criação de 416 postos de trabalho diretos e 1100 indiretos na primeira fase. Embora reconhecendo que o consórcio responsável pela construção não dispõe neste momento dos 234 milhões de euros necessários para a primeira fase do projeto, o administrador adiantou que a verba está garantida e que a totalidade do financiamento surgirá “daqui a dois ou três anos, quando passar a ressaca desta crise”.

Refira-se que, segundo os dados da empresa Aeroportos de Portugal, 72% dos passageiros que chegaram em 2011 ao Aeroporto de Faro viajaram em companhias “low cost”.

Rúben Oliveira com Lusa
Pub