Breves
Inicio | Economia | Projeto “Re-food” contra o desperdíco alimentar chegou em abril ao Algarve e está a crescer

Projeto “Re-food” contra o desperdíco alimentar chegou em abril ao Algarve e está a crescer

RefoodCriado em 2011 em Lisboa pelo norte-americano Hunter Halder, a viver em Portugal há mais de 20 anos, o projeto “Re-food” chegou ao Algarve no passado mês de abril.

Lançamento do núcleo de Almancil com a presença de Hunter Halder © Sara Alves
Lançamento do núcleo de Almancil com a presença de Hunter Halder © Sara Alves

Os primeiros núcleos algarvios a abrir foram os de Almancil e Algoz-Tunes, respetivamente, nos dias 11 e 12. Seguiram-se depois os núcleos de Albufeira e Quarteira no dia 28 do mês passado, sendo que o núcleo de Quarteira está a trabalhar associado ao de Almancil. Em preparação de abertura está neste momento o núcleo de Faro.

Hunter Halder no lançamento do núcleo Algoz-Tunes
Hunter Halder no lançamento do núcleo Algoz-Tunes

Recolher os excedentes alimentares diários de cafés, restaurantes, cantinas, hotéis ou supermercados, entre outros estabelecimentos, e, através de várias equipas de voluntários, distribuir por quem não tem comida para pôr na mesa é o objetivo da iniciativa.

Lançamento do núcleo de Albufeira com a presença de Hunter Halder
Lançamento do núcleo de Albufeira com a presença de Hunter Halder

O projeto teve início quando o seu mentor pegou na sua bicicleta para recolher refeições que sobravam estabelecimentos do seu bairro para distribuir pelas pessoas carenciadas e, desde então, tem-se espalhado por todo o país. Hunter Halder estima que este ano abram mais 15 a 20 núcleos em Portugal.

Lançamento do núcleo de Quarteira com a presença de Hunter Halder
Lançamento do núcleo de Quarteira com a presença de Hunter Halder

Os voluntários têm em média uma participação de duas horas semanais e os gestores têm de contactar potenciais estabelecimentos aderentes que poderão disponibilizar a comida que sobra diariamente ao “Re-food” e identificar os potenciais beneficiários.

Hunter Halder na preparação do futuro núcleo de Faro
Hunter Halder na preparação do futuro núcleo de Faro

Um número crescendo de pessoas da área dos núcleos algarvios do projeto tem-se associado a esta iniciativa, que conta, por exemplo, com o apoio de agrupamentos do Corpo Nacional de Escutas ou de grupos paroquiais de jovens.

Verifique também

Guadiana ficará navegável até ao Pomarão no final deste mês

A navegação em segurança no rio Guadiana entre a barra de Vila Real de Santo …