Pub

Segundo um comunicado do SEF, foram concretizados na terça-feira mandados de busca e apreensão na clínica e na residência do proprietário. O homem, um cidadão estrangeiro que exercia a profissão de médico dentista, foi constituído arguido pelos crimes de usurpação de funções e falsificação de documentos.

Na clínica, que não possuía licenciamento, foram apreendidos ainda vários documentos e material clínico.

Liliana Lourencinho com Lusa
Pub