Breves
Inicio | Sociedade | Proteção Civil de Portimão treina socorro a acidentes com tratores

Proteção Civil de Portimão treina socorro a acidentes com tratores

A Proteção Civil de Portimão realizou na terça-feira um simulacro para treinar a capacidade dos operacionais no socorro a acidentes de tratores e máquinas agrícolas, depois de alertar os condutores para os riscos de condução destes veículos.

O simulacro decorreu ao final do dia na freguesia rural da Mexilhoeira Grande, no concelho de Portimão, num cenário de acidente em que um trator agrícola se virou, tendo o condutor ficado preso pelo rodado da frente do veículo.

“Neste tipo de acidentes são utilizadas técnicas muito específicas e só através da prática é que se consegue agilizar e melhorar o socorro. Estes veículos têm um centro de gravidade diferente de todos os outros, o que para os operacionais é um autêntico quebra-cabeças”, disse à Lusa Filipe Pinto, adjunto do comando dos Bombeiros de Portimão.

No ‘acidente’, depois de o veículo ter sido estabilizado no seu centro de gravidade, os operacionais utilizaram almofadas pneumáticas insufláveis para elevar o trator e retirar a ‘vítima’ que tinha ficado presa sobre o rodado dianteiro.

“Tivemos que estabilizar o trator, imobilizar as rodas, o eixo, de modo a que não interfira com nenhum movimento no momento em que estivermos a fazer a parte da elevação e, depois de elevado, é novamente estabilizado para se fazer o salvamento seguro”, explicou Filipe Pinto.

De acordo com o adjunto do comando dos bombeiros, o exercício “correu muito bem, tendo sido gastos cerca de 20 minutos para efetuar o resgate da vítima”.

Filipe Pinto disse ainda que um dos grandes problemas com que as equipas de socorro se debatem em situações reais “é o facto de nem todos os tratores e máquinas agrícolas terem as mesmas características, o que requer uma avaliação e reconhecimento minuciosas dos operacionais”.

“Infelizmente, este tipo de acidentes tem sido recorrente nas zonas rurais, daí a necessidade de treinar a capacidade das equipas e, acima de tudo, sensibilizar os condutores para os perigos e a necessidade de assegurarem as condições necessárias à sua segurança”, frisou.

O simulacro foi antecedido de uma ação de sensibilização, onde participaram cerca de 20 condutores de tratores e máquinas agrícolas, que ouviram as explicações dos técnicos das direções regionais de Agricultura e de Desenvolvimento Rural e da Autoridade para as Condições do Trabalho.

Os oradores alertaram os agricultores para a importância do manuseamento deste tipo de máquinas, nomeadamente aquando da utilização de equipamentos agrícolas que causam a instabilidade dos veículos, resultando daí a maioria dos acidentes.

Alguns dos condutores, reconheceram a importância deste tipo de ações “para alertar quem trabalha com tratores para aumentar a segurança no meio rural”.

Verifique também

Detido no Algarve suspeito de ter ateado três incêndios florestais

A Polícia Judiciária (PJ) de Portimão deteve um homem suspeito de ter sido o autor …

Deixe uma resposta