Pub

A concretizar-se a intenção do governo, “o PSD/Algarve apelará aos seus militantes e simpatizantes para aderirem à manifestação de revolta que certamente as forças vivas da sociedade algarvia não deixarão de convocar”, anunciou hoje Mendes Bota, em comunicado de imprensa.

Segundo o líder do PSD/Algarve, “o governo socialista concretizou mais uma ignomínia contra o Algarve, contrariando todos os compromissos, juras e promessas solenes anteriores, de governantes e dirigentes partidários”.

O PSD/Algarve “não altera uma vírgula sequer à posição pública que tomou em 06 de julho de 2010, num documento intitulado 10 razões contra portagens na Via do Infante”, acrescenta Mendes Bota, referindo que o PSD/Algarve “só tem uma palavra” e será “coerente com a mesma”.

“Consideramos inaceitável a introdução de portagens na Via do Infante sob todos os aspetos: político, económico e moral. Com isenções, descontos e exceções ou sem elas. Com EN 125 requalificada ou não, porque nunca será alternativa", adianta ainda Mendes Bota.

O Governo aprovou na quinta feira uma resolução que fixa a cobrança de portagens nas autoestradas SCUT (Sem Custos para o Utilizador) Norte Litoral, Grande Porto e Costa de Prata a partir de 15 de outubro.

A resolução adota o princípio da universalidade na cobrança de portagens em autoestradas, determinando-se que nas restantes SCUT (Interior Norte, Beira Litoral e Alta, Beira Interior e Algarve) iniciar-se-á a cobrança de portagens até 15 de abril de 2011.

Simultaneamente, a resolução cria um regime de discriminação positiva na cobrança de portagens.

Lusa

Pub