Pub

As autoridades foram obrigadas a evacuar no domingo a sala de embarque do Aeroporto de Faro depois de uma mulher ter conseguido aceder ao local sem passar pelo controlo normal da polícia, passando pelo pórtico de raio X.

A PSP abriu um inquérito de segurança para perceber se existiram falhas e quais neste caso.

“Ou a passageira embarcou e seguiu viagem ou estava na aeronave ou na sala de embarque”, admitiu hoje à Lusa o responsável da PSP pelo inquérito de segurança que está a decorrer.

Segundo a mesma fonte da PSP, a passageira que viu a mulher a iludir a segurança do aeroporto só avisou a polícia cerca de meia hora depois do sucedido.

Depois do alerta, a sala de embarque e aviões tiveram de se revistos.

O intendente Vítor Rodrigues adiantou à Lusa que a mulher ainda não foi identificada pelas autoridades.

Segundo o relações públicas da ANA Aeroportos, Rui Oliveira, houve “seis aviões” no domingo que atrasaram o voo de partida para serem revistos pela polícia.

O incidente ocorreu cerca das 17:00. Os destinos dos voos que saíram de Faro domingo à tarde foram avisados do que aconteceu em Faro.

Lusa
Pub