Pub

O “stand” português, com uma área aproximada de mil metros quadrados, será visitado na quinta-feira pelo secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade, que no mesmo dia se reúne com representantes dos principais operadores turísticos locais.

Fonte do AICEP Berlim disse à Lusa que estão agendados encontros com a TUI, líder do mercado turístico alemão, com a REWE Touristik, segundo maior operador, e com a Olimar, operador especializado em Portugal.

Estão ainda previstas no espaço luso, durante a ITB, apresentações das regiões de turismo do Centro e do Algarve, de Guimarães 2012 – capital Europeia da Cultura, e várias mostras de vinhos, queijos, confeitaria e azeite, no âmbito da campanha “Prove Portugal”.

Em termos globais, a ITB 2011, que ocupa uma área bruta de 160 mil metros quadrados, o equivalente a 25 campos de futebol, contará com mais de 11 mil expositores de 187 países, e deverá atrair cerca de 180 mil visitantes.

Portugal é atualmente o 17.º destino dos turistas alemães, com uma quota de mercado de 1,4 por cento.

Em 2010, entraram em Portugal 731 mil turistas alemães, mais 1,4 por cento do que no ano anterior, gerando uma receita de 788,7 milhões de euros, mais 4,7 por cento do que em 2009.

O turismo alemão ocupa assim o quarto lugar a nível das receitas e o terceiro no que se refere a entradas e a dormidas em Portugal.

Em declarações anteriores, Bernardo Trindade apontou como objetivo para 2011 a recuperação deste importante mercado emissor, que nos últimos três anos registou um crescimento negativo de receitas de menos 2,4 por cento, devido à crise económica e financeira internacional.

O secretário de Estado admitiu também que a agitação social no norte de África, sobretudo em países como o Egito e a Tunísia, importantes destinos de férias dos alemães, poderá encaminhar mais turistas germânicos para Portugal, ao longo deste ano.

Lusa

Pub