Pub

"Neste momento, continuam quatro frentes activas, duas delas a lavrar com mais intensidade. Temos no terreno 91 veículos, guarnecidos por 293 operacionais", disse Rolanda Jesus, em declarações à agência Lusa às 08:00.

Referindo não ter informação de que haja casas em perigo, a responsável do CDOS adiantou que as zonas onde o fogo tem mais intensidade são as de Vale, junto a Faro, e a da Quartelha de Baixo.

A adjunta do CDOS considerou que não vão ser precisos mais meios para combater o fogo, já que foram, entretanto, "mobilizados grupos de reforço para incêndios florestais fora do distrito, nomeadamente de Setúbal, Évora e Beja".

O incêndio deflagrou cerca das 14:00 de quarta-feira, em Catraia, freguesia serrana de Cachopo, e esteve até ao final da tarde desse dia a ser também combatido por três helicópteros e dois aviões, que chegaram provenientes do Norte do país.

A área ardida é de mato, composto por sobreiros, pinheiros e azinheiras.

Lusa

Pub