Breves
Inicio | Ambiente | Quatro grupos detetados a fazer campismo selvagem na Culatra

Quatro grupos detetados a fazer campismo selvagem na Culatra

A Polícia Marítima detetou 38 pessoas a fazer campismo selvagem na ilha da Culatra, anunciou hoje a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

A operação foi realizada pelo comando local da Polícia Marítima de Olhão e permitiu a “fiscalização a 38 pessoas, divididas em quatro grupos, da qual resultaram três autos de notícia devido à montagem de tendas de campismo e realização de fogueiras nas dunas, considerada área sensível, integrada no Parque Natural da Ria Formosa”, contextualizou a AMN num comunicado.

A mesma fonte salientou que as contraordenações em causa são “graves e muito graves” e os infratores incorrem em coimas que podem ir de 400 a 4.000 euros, no caso do campismo, e de 20.000 aos 200.000 euros, no caso de fazer fogo numa reserva natural protegida, com é o caso do Parque Natural da Ria Formosa.

Verifique também

Parlamento recomenda medidas de proteção das espécies de cavalos-marinhos da Ria Formosa

O parlamento aprovou hoje, por unanimidade, um texto de substituição para a implementação de medidas …