Pub

Esta verba resultou de uma iniciativa deste jovem empresário do concelho de Silves, que todos os anos celebra o São Martinho com a realização de um magusto no Castelo de Silves. Este ano, procurando valorizar a estratégia de responsabilidade social da sua empresa, Rui Virgínia decidiu apoiar uma instituição de solidariedade social e a escolha recaiu na paróquia de Silves, que desde fevereiro passado tem vindo a auxiliar algumas famílias carenciadas da cidade, entregando bens alimentares e sopa, aos fins-de-semana.
Desde essa altura, 12 equipas de voluntários (54 pessoas, ao todo) já serviram 8779 refeições, contando com o apoio da Conferência de São Vicente de Paulo, do Banco Alimentar Contra a Fome, de diversos comerciantes da cidade e de muitos anónimos, que têm doado bens, para que este serviço possa continuar a funcionar.

A Quinta do Barranco Longo é mais um exemplo da generosidade dos que colaboram com a paróquia de Nossa Senhora da Conceição, pois os copos oficiais do seu magusto anual foram disponibilizados aos participantes por um valor simbólico e as receitas desta iniciativa reverteram a favor da paróquia.
«Estamos muito gratos por esta ajuda e não posso deixar de agradecer ao Rui Virgínia por ter cooperado connosco», referiu o Pároco, Pe. Carlos Aquino, que acrescentou: «Emociona-me ver a generosidade de todos os que colaboram neste esforço, de poder estar ao lado dos que mais necessitam. Estamos, naturalmente, recetivos a todos os apoios que possam ser dados, quer em dinheiro, quer em géneros. Este trabalho liga-nos às pessoas que mais sofrem, neste momento, com a crise, sobretudo às crianças, desempregados e idosos que vivem em solidão, a quem temos de a manter viva a esperança num futuro mais risonho».
Quem desejar apoiar a paróquia poderá fazê-lo doando géneros e colocando-os numa caixa própria para esse efeito, que se situa na Capela Funda (ao lado direito de quem entra) da Catedral, ou através de donativos, que deverão ser entregues ao pároco.

Pub