Pub

De acordo com informações adiantadas à Agência Ecclesia pelo departamento de informação da arquidiocese, o funeral do “padre motard” vai ter lugar na terra natal do sacerdote, na igreja paroquial da Aldeia de Joanes, no Fundão.

A família enlutada já “agradeceu todo o apoio e oração recebidos neste momento difícil de dor e saudade”.

José Fernando Cruz Lambelho, de 55 anos, era padre desde 1984 e, para além de ter prestado serviço às comunidades católicas de Évora, trabalhou também no Algarve. Veio para a diocese algarvia em 1988 colaborar nas paróquias de Vila Real de Santo António e Monte Gordo, tendo sido depois pároco das comunidades paroquiais de Raposeira, Sagres e Vila do Bispo. Depois de sair da diocese algarvia, o padre José Fernando regressou várias para colaborações pontuais e para a realização de diversos encontros e celebrações de bênçãos de motociclistas.

Trabalhou também nos Estados Unidos da América.

De acordo com o gabinete de comunicação da Arquidiocese de Évora, o sacerdote lidava desde 2005 com “um cancro num rim, em estado grave” e acabou por falecer no último domingo na unidade de cuidados paliativos do Hospital do Fundão.

Ontem à noite foi celebrada em Vila do Bispo uma eucaristia pelo padre José Fernando.

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

Redação com Ecclesia

Pub