Inicio | Economia | Relançado concurso para a construção de nova ponte de acesso à Praia de Faro

Relançado concurso para a construção de nova ponte de acesso à Praia de Faro

A Polis Ria Formosa lançou um novo concurso público para a construção de uma ponte de acesso à Praia de Faro, para substituir a atual que não tem capacidade de tráfego e não garante segurança para peões e bicicletas.

Depois de o concurso lançado há um ano ter ficado deserto, pelo facto de o valor base da obra ser demasiado baixo, o município de Faro decidiu investir mais 1,12 milhões de euros para aumentar o valor base do procedimento para 3,5 milhões de euros e, assim, tornar o novo concurso público, lançado no dia 28 de dezembro, mais “atrativo”.

Em comunicado, o município adianta que o lançamento do concurso foi possível após a assinatura, no dia 27 de dezembro, de um protocolo entre o município e a sociedade Polis, segundo o qual a autarquia investe mais 1,12 milhões de euros, na sequência da “inexistência de financiamento por parte da Polis ou do Governo” para viabilizar uma obra que “é da inteira responsabilidade” da Sociedade Polis.

“Trata-se, na verdade, de mais um esforço adicional da autarquia que acontece depois de, em 2009, já ter comparticipado o investimento com a colocação de cerca de 900 mil euros no capital social da sociedade e de, em agosto de 2016, ter injetado mais 561 mil euros, perante a inexistência de verbas na Polis para assegurar o concurso e a intransigência da tutela”, refere.

Para o município esta foi “a solução possível”, tendo em conta a necessidade “de se aumentarem os níveis de serviço, segurança e conforto dos utentes” no acesso à praia de Faro.

“A nova ponte será ainda muito mais eficiente do que a atual dos pontos de vista hidráulico, ambiental, arquitetónico e de navegabilidade”, conclui.

De acordo com o projeto, a nova travessia terá 181 metros de comprimento e um tabuleiro com 4,70 metros de largura, dos quais 2,70 metros correspondem à faixa de rodagem e o restante a passeios laterais para bicicletas e peões.

A nova ponte será construída ao lado da atual, que se manterá em funcionamento durante as obras, após o que a antiga será demolida e removida do local.

Verifique também

Câmara Vila Real de Santo António questiona dados que apontam rutura finaneira

A Câmara de Vila Real de Santo António questionou ontem os critérios que levaram o …