Pub

Promovida pelo Secretariado Regional do Algarve da CIRP – Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal, a iniciativa contou também com a participação do Bispo do Algarve, D. Manuel Quintas.

Em representação das religiosas algarvios estiveram presentes as Carmelitas Missionárias (Faro), as Franciscanas Missionárias de Maria (Martim Longo, Porches e Odiáxere), as Filhas do Coração de Maria (Faro), as Dominicanas de Santa Catarina de Sena (Portimão), as Filhas de São Paulo (Paulinas) (Faro), a Congregação da Divina Providência e Sagrada Família (Quarteira), as Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição (Olhão), as Missionárias Reparadoras do Sagrado Coração de Jesus (Faro), as Missionárias da Caridade (Faro) e as Cooperadoras da Família (Faro).

Não puderam estar presentes as Religiosas do Sagrado Coração de Maria (Silves e Monchique), assim como as Carmelitas Descalças (Faro – Patacão) que vivem em clausura, nem as Filhas de Maria Auxiliadora (Salesianas) (Faro e Paderne), que por ser o Dia de São João Bosco, seu fundador, tiveram uma ação agendada com os seus cooperadores salesianos.

Em representação dos institutos religiosos masculinos estiveram apenas presentes os Franciscanos (Faro), uma vez que, sendo domingo, a maioria dos religiosos que são sacerdotes párocos não puderam ausentar-se das suas paróquias.

O encontro, que teve início a seguir ao almoço, começou com um testemunho ligado a cada comunidade, província ou instituto, apresentado através de um símbolo. Seguiu-se um tempo de oração e terminou com um convívio/lanche.

A celebração do Dia do Consagrado, que coincide com a Festa da Apresentação do Senhor – 2 de Fevereiro – foi instituída em 1997 por João Paulo II. Este ano, na Diocese do Algarve, foi celebrada por antecipação no domingo anterior, dia em que se iniciou a Semana do Consagrado, que se iniciou a 31 de Janeiro e que hoje termina. Esta semana, celebrada nas dioceses, paróquias e comunidades religiosas, foi organizada pela CIRP em colaboração com a Comissão Episcopal Vocações e Ministérios (CEVM) e a Federação Nacional dos Institutos Seculares, este ano sob o tema “Vida Consagrada, solidária na esperança”.

Samuel Mendonça

Pub