Pub

Em conferência de imprensa no Porto, o responsável de marketing da Ryanair para a Península Ibérica anunciou ainda o lançamento de duas novas rotas no Porto no horário de verão 2011: La Rochelle (dois voos semanais, a partir de 28 de março) e Roma Ciampino (duas frequências semanais, a partir de 11 de Janeiro).

Segundo Luis Fernández-Mellado, a companhia irlandesa de baixo custo passará assim a operar 35 rotas a partir do aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, transportando 2,3 milhões de passageiros por ano. Em Faro, a Ryanair dispõe de 31 rotas e propõe-se transportar 1,7 milhões de passageiros anualmente.

Em aberto continua a eventual instalação, no aeroporto de Lisboa, de uma terceira base da companhia em Portugal, mas para tal a Ryanair alerta que a infra estrutura “terá que baixar os preços”.

De acordo com dados da empresa irlandesa, as duas bases que possui em Portugal asseguram um total de 4 mil empregos (2.300 no Porto e 1.700 em Faro), 66 rotas e quatro milhões de passageiros por ano.

Em toda a Europa, a companhia planeia transportar este ano 73,5 milhões de passageiros, num total de 1.100 rotas, a partir das 44 bases que possui em 27 países. A tarifa média praticada é de 35 euros.

Para assinalar o lançamento hoje do seu horário de verão 2011, a Ryanair vai disponibilizar, a partir da meia noite, um milhão de lugares a sete euros para viajar em dezembro e janeiro para mais de 500 rotas na Europa.

Segundo fonte do Aeroporto do Porto, esta infra estrutura registou, até setembro, um crescimento acumulado de 17 por cento no número de passageiros, para um total de quatro milhões. Durante todo o ano 2009 passaram pelo aeroporto Francisco Sá Carneiro 4,5 milhões de passageiros.

Lusa

Pub