Inicio | DA | Sacerdotes algarvios sugerem maior coordenação da pastoral e “novo olhar” às famílias refeitas

Sacerdotes algarvios sugerem maior coordenação da pastoral e “novo olhar” às famílias refeitas

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

O Conselho Presbiteral da Diocese do Algarve, que este mês tomou posse com nova constituição, considera que a pastoral diocesana e a sua “orgânica” “deve ser revista, pois carece de maior coordenação e agilidade entre os diversos sectores”.

A proposta foi apresentada na assembleia daquele órgão consultivo que teve lugar no passado dia 19 deste mês, no Seminário de São José, em Faro, sob a presidência do bispo do Algarve, D. Manuel Quintas.

“Coordenar, trabalhar em conjunto, agrupar ações foram necessidades apontadas pelo Conselho, a fim de evitar uma pastoral que leve à saturação e ao excesso de ações”, refere um comunicado enviado ao Folha do Domingo.

O Conselho Presbiteral sugeriu ainda que a Comissão Permanente do Conselho Pastoral da Diocese do Algarve passe a “integrar os vigários da vara [sacerdotes responsáveis pelas quatro vigararias que constituem a Diocese do Algarve] e os responsáveis dos principais departamentos da pastoral, de forma a melhor acompanhar, e fazer acompanhar, o andamento do programa e calendário da pastoral diocesana”.

Tomando como documento de reflexão a síntese das respostas da Diocese do Algarve ao questionário sinodal sobre a Família pedido pela Santa Sé, os conselheiros sublinharam ainda a “urgência da Igreja diocesana se deter sobre a maneira de tratar pastoralmente as situações familiares mais complexas”. “As mudanças no quadro familiar são imensas e complexas, o que deve gerar um novo olhar que se concretize numa pastoral adequada à situação para se efetivar o tão referido acolhimento às famílias em situação canonicamente não regular”, refere o documento do Conselho Presbiteral.

Foi ainda abordada a exortação apostólica do Papa, ‘Evangelii Gaudium’ (A Alegria do Evangelho) e manifestado o “desejo unânime” de que o documento tenha uma “maior atenção ao nível diocesano, vicarial e paroquial, pois nele existem excelentes intuições que muito podem ajudar a vida e a renovação da Igreja do Algarve”.

O novo Conselho Presbiteral elegeu o seu Secretariado Permanente, sendo constituído pelos padres Mário de Sousa (moderador), António de Freitas (secretário) e Rui Guerreiro (vogal).

O Conselho Presbiteral, constituído em cada diocese a teor do cânone 495 do Código de Direito Canónico, é uma espécie de senado do bispo, que representa o presbitério, manifesta a comunhão entre o próprio bispo e o seu presbitério e exprime a fraternidade existente entre os sacerdotes. A este órgão consultivo compete auxiliar o bispo no governo da diocese, nos termos do direito e dos estatutos em vigor, para que seja promovido o “bem pastoral do povo de Deus”.

A vigararia é uma circunscrição eclesiástica de que fazem parte várias paróquias ou quase paróquias (vicariatos).

Verifique também

Católicos algarvios voltam a rezar dia e noite para que surjam padres e religiosos

Sendo encarada como uma das iniciativas mais significativas das que realiza desde 2004 no decurso …

Folha do Domingo

GRÁTIS
BAIXAR