Breves
Inicio | Cultura | Secretário de Estado da Cultura espera mais público na segunda edição do 365 Algarve

Secretário de Estado da Cultura espera mais público na segunda edição do 365 Algarve

O secretário de Estado da Cultura disse hoje à agência Lusa esperar que a segunda edição do programa cultural 365 Algarve tenha mais público e que possa deixar uma marca ainda maior no território algarvio.

“A nossa expectativa é que a segunda edição atinja ainda mais público e que todas as relações de trabalho e de parceria que foram iniciadas no território, no ano passado, sejam consolidadas”, referiu Miguel Honrado, que hoje se desloca ao Algarve para a festa de abertura do programa, em Loulé.

Segundo o governante, a programação para a edição de 2017/2018 foi ajustada para salientar projetos âncora que, pelo seu “peso e carga simbólica e emblemática”, sustententam toda a programação, que decorre entre este mês de outubro e maio de 2018, com um total de 525 apresentações.

Sob o tema “Um território de sol para as artes”, a programação da segunda edição do Algarve 365 assenta em quatro eventos âncora: o Festival Internacional de Luz do Algarve (LUZA), em Loulé, o Festival do Contrabando, em Alcoutim, o Festival Algarve Jazz Gourmet Moments, em Lagos, e o projeto Lavrar o Mar.

Miguel Honrado acrescentou que uma das orientações apontadas pelo estudo de monitorização ao projeto, feita pela Universidade do Algarve, foi justamente a aposta em “projetos estruturantes”, que tivessem “consequências mais duradouras” na experiência cultural do território e da população.

Assumindo que se trata de um “programa de continuidade”, Miguel Honrado frisou que, além da valorização da experiência turística, do lado da cultura, o projeto representa “um investimento bastante grande” no próprio tecido cultural da região.

“Só pode ser encarado de uma forma estruturante, sistemática e contínua no tempo, porque aqui não se trata de um mero festival, que apresentamos num ano, mas é um trabalho de profundidade que é feito no terreno”, concluiu.

A segunda edição do programa cultural 365 Algarve arranca hoje, em Loulé, com uma festa de abertura com entrada livre, que inclui um espetáculo de teatro e gastronomia e um concerto de António Zambujo.

O programa, que vai decorrer durante a época baixa do turismo, inclui 525 apresentações de música, dança, teatro, circo contemporâneo, cinema, artes visuais, literatura, gastronomia e animação de património, nos 16 concelhos da região.

O 365 Algarve resulta de uma parceria entre a Secretaria de Estado do Turismo e a Secretaria de Estado da Cultura, apoiada pelo Turismo de Portugal e executada pela Região de Turismo do Algarve e pela Associação Turismo do Algarve.

Verifique também

Exposição de presépios inaugurada em Cachopo

O Centro Paroquial e a paróquia de Cachopo inauguraram no passado dia 7 deste mês …