Pub

“Depois da quebra em 2009, temos indicadores positivos no sector turístico, mesmo no Algarve”, declarou Vieira da Silva, durante a cerimónia de inauguração oficial do “Longetivity Wellness Resort Monchique”, um cinco estrelas cujo investimento ronda os 40 milhões de euros e vai empregar até 100 pessoas.

Para Vieira da Silva, este novo “resort”, edificado na serra de Monchique, é um investimento importante “para ajudar na recuperação do sector turístico” e, em tom de brincadeira, até aconselhou os bancos a virem a este empreendimento de luxo preparar-se para os “testes de stress”.

“Este ‘resort’ é uma peça de enriquecimento da oferta turística nacional e no Algarve, que continua a ser a nossa principal região turística”, defendeu o ministro da Economia, sublinhando que as palavras de ordem para o futuro do turismo em Portugal são a “diversificação” e a “qualidade”.

“Para poder continuar a crescer é preciso ter capacidade, em permanência, para a diversificação e qualidade, que este empreendimento sintetiza de forma exemplar”, considerou Vieira da Silva.

O novo e único “resort” de cinco estrelas do concelho de Monchique encontra-se numa área ambiental protegida, 80 por cento da qual inserida na Rede Natura, e regista atualmente uma taxa de ocupação entre os 30 e os 40 por cento, disse à Agência Lusa o presidente do grupo Longetivity, Nazir Sacoor.

“Para o ano de arranque e dada a conjuntura, estamos muito satisfeitos com a ocupação entre os 30 e os 40 por cento”, afirmou Nazir Sacoor.

O grupo Longetivity Wellness é, em termos de holding, 100 por cento de capital português, mas o projeto hoje inaugurado em Monchique tem 10 por cento de capitais estrangeiro.

Para o autarca de Monchique, Rui André, o novo hotel de cinco estrelas é um “passo importante de oferta turística na região” e vai trazer um “novo ciclo e uma nova oportunidade ao interior algarvio”, longe do “cluster mar e sol”.

Tradições do mundo rural, aliadas aos benefícios das águas termais de Monchique e a um conceito turístico novo, que aposta em tratamentos médicos anti-envelhecimento, são a oferta diversificada que “vai marcar um novo ciclo no Algarve”.

O "Wellness Resort" ocupa uma área de 36 mil metros e o conceito aposta em terapêuticas da longevidade e gestão de envelhecimento, apresentando o primeiro «spa» médico anti-envelhecimento de Portugal, em parceria com uma clínica de Paris do médico Claude Chauchard.

Lusa

Pub