Pub

A colisão entre uma carrinha celular da Guarda Prisional e um automóvel em Olhão provocou ontem à tarde ferimentos a três guardas prisionais, três reclusos e ao condutor da viatura ligeira. Todos foram transportados para o serviço de Urgência do Hospital de Faro.

Em declarações à Lusa, fonte das relações públicas do Hospital Central do Algarve adiantou que um dos feridos do acidente em Olhão ainda está em "observação" e a necessitar de "mais alguns cuidados", mas os restantes seis feridos "deverão ter alta brevemente".

Seis dos feridos têm idades entre os 20 e os 30 anos. A sétima pessoa ferida aparenta ter cerca de 70 anos de idade, adiantou a mesma fonte.

O comandante dos Bombeiros de Olhão disse à agência Lusa que a colisão ocorreu quando a viatura ligeira estava a passar um semáforo e se preparava para fazer uma inversão de marcha, enquanto que a carrinha celular da Guarda Prisional circulava em marcha de urgência na Estrada Nacional 125 no sentido Faro/Olhão.

O acidente ocorreu às 15:30, na EN-125, em Olhão, e o trânsito esteve cortado no sentido Olhão/Faro e condicionado no sentido Faro/Olhão.

Lusa
Pub