Pub

O evento decorre entre 5 e 14 de maio e está já confirmada a presença do músico sérvio Emir Kusturica, dos portugueses Deolinda, Tara Perdida, Quim Barreiros e Áurea, da banda brasileira de “reggae” Natiruts e da dupla de DJ italianos Crookers.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da associação académica da Universidade do Algarve (UAlg) afirmou ter sido “obrigado a sair do interior de Faro”, ressalvando que a mudança de localização motivou a organização a “aperfeiçoar o conceito”.

“Esta mudança de recinto permite-nos ter outras valências, como o campismo”, observou Guilherme Portada, que diz que haverá um transporte diário entre o recinto e a Praia de Faro, a dois quilómetros.

O orçamento para a XXVI Semana Académica do Algarve será “ligeiramente superior” ao de anos anteriores, acrescentou o dirigente académico, sublinhando que o investimento vai ultrapassar o meio milhão de euros.

Para acampar junto ao recinto, com capacidade para três a quatro mil pessoas, é necessário obter o passe semanal cujo preço vai aumentar até ao evento, pelo que Guilherme Portada apela aos interessados para que o comprem com antecedência.

Os passes já estão à venda e por enquanto custam 45 euros para bolseiros e portadores do cartão académico, 50 euros para estudantes e ex-estudantes e 55 euros para o público em geral.

A semana académica arranca numa quinta-feira, a 5 de maio, com a habitual serenata, estando prevista no dia seguinte uma Noite Azul na cidade velha, que incluirá espetáculos de rua e atividades culturais.

As oito noites seguintes serão preenchidas com concertos nos dois palcos que serão montados no País das Maravilhas, este ano pela primeira vez fora de Faro.

Lusa
Pub