Inicio | Igreja | Seminário de São José de Faro celebrou festa e acolheu encontro de antigos alunos

Seminário de São José de Faro celebrou festa e acolheu encontro de antigos alunos

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

O Dia do Seminário de São José de Faro foi festejado, uma vez mais, no passado dia 19 deste mês, em que a Igreja celebrou a solenidade do patrono da instituição, mas o programa das festas teve início logo no dia 17 com o encontro das famílias dos pré-seminaristas e dos seminaristas em Faro e em Évora.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

O encontro das famílias teve como ponto alto a celebração da eucaristia presidida pelo reitor, o padre António de Freitas, na capela da instituição.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A celebração da efeméride, no próprio dia 19 de março, ficou marcada pela apresentação pelo presidente da Comissão Episcopal Laicado e Família, D. Joaquim Mendes, das linhas gerais do documento final do Sínodo dos Bispos, intitulado “Os jovens, a transmissão da fé e o discernimento vocacional”, realizado entre 4 e 28 de novembro de 2018.

O ponto alto do dia festivo foi a celebração da eucaristia, presidida pelo bispo do Algarve e concelebrada por D. Joaquim Mendes. Na celebração, que teve lugar na capela do próprio Seminário, D. Manuel Quintas lembrou os “atributos que definem a vida de São José e que devem definir também a vida de um presbítero ou de diácono”: “discreto, humilde, silencioso, confiante”. “Sabemos como estes valores são tão importantes, seja em acolher a ação de Deus na nossa vida, seja também nessa missão que nós temos de sermos mensageiros, portadores e instrumentos de Deus na vida dos outros. São atitudes pelas quais passa mais facilmente, com maior verdade, clareza e certamente com mais eficácia, a ação de Deus”, sustentou.

O prelado destacou ainda a “fidelidade que vem da certeza da fé” de José como um dos atributos “que podem ser importantes” para o ministério e vida pessoal dos sacerdotes.

D. Manuel Quintas aproveitou a ocasião para voltar a referir-se ao tema dos abusos sexuais na Igreja, reafirmando que, durante os 19 anos em que está na diocese, nunca lhe fizeram qualquer referência ao assunto por parte de membros do clero algarvio. “Isto deve levar-nos a crescer no apreço e na oração pelos nossos padres”, acrescentou.

No passado sábado, a instituição voltou a acolher o encontro dos antigos seminaristas.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A iniciativa voltou a ser promovida pela Comissão dos Antigos Alunos do Seminário de Faro.

O dia teve início com a celebração da eucaristia presidida igualmente pelo bispo do Algarve, na qual se referiu a “todos aqueles que fazem parte desta grande família dos antigos alunos” e se rezou de maneira especial por três – José Canadas, Guerreiro Santos e Paulo Boto – falecidos no último ano.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Os antigos seminaristas visitaram de seguida a “Exposição para a Difusão do Conhecimento – Núcleo Histórico da Imprensa de Gutenberg e do Pentateuco de Faro”, patente na antiga capela do Paço Episcopal e inaugurada em novembro passado.

De tarde, houve um lanche com produtos alimentares regionais.

Verifique também

O louletano D. António Carrilho volta a presidir à Festa Grande da Mãe Soberana

O bispo emérito do Funchal voltará este ano a presidir em Loulé, a sua terra …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.