Inicio | Cultura | Silves integra rota que liga cidades com herança islâmica na Andaluzia e Algarve

Silves integra rota que liga cidades com herança islâmica na Andaluzia e Algarve

Rota_al_mutamid_silvesSilves, antiga capital algarvia, foi incluída numa rota turística inspirada no rei islâmico Al-Mu’tamid que liga cidades da Andaluzia (Espanha) e do Algarve, anunciou a autarquia, adiantando já ter sido colocada sinalética na cidade.

Em comunicado, a Câmara de Silves descreve a rota como “um apaixonante percurso, que nasce em terras portuguesas e que, através de dois itinerários, abraça o ângulo sudoeste da Península Ibérica, mostrando uma continuidade histórica entre as regiões alentejana e algarvia e a Andaluzia Ocidental”.

A rota Al-Mutamid, que integra monumentos em cidades da Andaluzia, em Espanha, e em outros seis municípios algarvios, pretende traçar um itinerário nos locais que ainda apresentem património islâmico, como é o caso, na região do Algarve, de Silves, Aljezur, Paderne, Tavira, Loulé, Albufeira e Sagres.

Conhecido como o rei-poeta, Al-Mu’tamid, nascido em Beja no século XI e considerado um dos grandes poetas árabes, foi governador de Silves e mais tarde da Taifa de Sevilha, na altura em que estas regiões de Portugal e Espanha integravam o reino Al-Andaluz.

Segundo a Câmara de Silves, já se pode observar, junto à Porta da Almedina, sinalização com informação sobre a rota, bem como, nalguns pontos da cidade, o direcionamento para o Centro de Interpretação da Cultura Islâmica, local onde se prestam informações sobre a Rota de Al-Mut’amid pelo Algarve e Andaluzia.

“Esta é uma rota que inclui cidades portuguesas e espanholas, que se destacam pela riqueza da sua história, legada por povos de origens diversas mas que tinham em comum o facto de professarem a religião muçulmana”, lê-se no comunicado, sendo que em Portugal foram cerca de cinco séculos e em algumas regiões de Espanha mais de sete séculos de permanência islâmica.

A criação da rota resultou de uma candidatura ao Programa de Cooperação Transfronteiriça Portugal/Espanha (POCTEP).

O projeto tem como parceiros os municípios de Silves e Tavira, a Direção Regional de Cultura do Algarve, a Associação de Estudos e Defesa do Património Histórico-Arqueológico de Aljezur e a Junta da Andaluzia.

A rota integra o Grande Itinerário Cultural do Conselho da Europa “Rotas do Legado Andalusino”.

Verifique também

Sustentabilidade é o mote da Bienal Ibérica de Património Cultural em Loulé

A Bienal Ibérica de Património Cultural elegeu a Sustentabilidade como mote da edição deste ano, …

Folha do Domingo

GRÁTIS
BAIXAR