Pub

O caso remonta a 2010 e o homem terá sido sequestrado logo que chegou a Portugal, a 5 de outubro desse ano. Terá sido, depois, mantido em cativeiro pelos seus raptores que eram seus conhecidos e residentes no Algarve. A vítima conseguiu libertar-se do cativeiro, próximo de Boliqueime, e recebeu posteriormente tratamento hospitalar.

O caso, relacionado com tráfico de droga, levou a que quatro britânicos fossem detidos pela Polícia Judiciária pouco depois do rapto, no entanto, serão seis arguidos presentes hoje no Tribunal de Loulé.

Os suspeitos foram detidos ao abrigo de uma investigação da Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT) da PJ, em colaboração com a sua congénere inglesa.

Liliana Lourencinho com Lusa
Pub