Pub

O executivo municipal sublinha que o investimento “espelha uma política que visa proporcionar aos munícipes que habitam em zonas isoladas a igualdade de oportunidades.”

A ligação, que custou quase 89 mil euros, foi concretizada com investimento municipal e com cofinanciamento do PRODER – Programa de Desenvolvimento Rural, em 75%.

A autarquia avança, ainda, que tem projetos de ligação à rede elétrica das seguintes zonas rurais: Montes da Aporfiosa e Cruzes (na freguesia de Santa Catarina da Fonte do Bispo), Alcarnicosa, Telheiro, Valeira e Cortelha de Cima (na freguesia de Cachopo). Contudo, admite que “a previsão da sua execução ainda não está definida”.

Rúben Oliveira com Lusa
Pub