Breves
Inicio | Ambiente | Tavira, São Brás de Alportel, Lagos e Silves formam Associação Cittaslow Portugal

Tavira, São Brás de Alportel, Lagos e Silves formam Associação Cittaslow Portugal

Jorge Botelho explicou ontem que as quatro autarquias algarvias assinaram a escritura de constituição da associação, permitindo que “todos os municípios portugueses que queiram aderir ao movimento Cittaslow internacional agora já tenham uma associação portuguesa” que os represente.

“A direção vai ter um programa de ação integrado no programa Citaslow internacional para promover um conjunto de iniciativas importantes no aumento da qualidade de vida, dos estilos de vida saudáveis, destes movimentos que estão cada vez mais na moda”, afirmou.

A Câmara de Tavira referiu num comunicado que o movimento Cittaslow “tem como principais recomendações para as cidades aderentes a necessidade de valorização do património urbano histórico (evitando a construção de novos prédios), a redução dos consumos energéticos, a promoção das tecnologias ecológicas, a multiplicação dos espaços verdes e espaços de lazer, a limpeza e manutenção dos espaços urbanos”.

Dá também prioridade aos transportes coletivos e outros transportes não poluentes, à diminuição do lixo e ao desenvolvimento de programas de reciclagem, à multiplicação das zonas pedonais, ao desenvolvimento de comércio de proximidade, de infraestruturas coletivas e equipamentos adaptados aos portadores de deficiência.

O autarca frisou que, para Tavira, a criação da Associação Cittaslow Portugal e a adesão ao movimento internacional, que os quatro municípios já integravam na prática, faz “todo o sentido”, por a autarquia ter em curso o processo de certificação da Dieta Mediterrânica por parte da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura).

“Cada vez mais os destinos se distinguem pelas suas qualidades intrínsecas, não por aquilo que queremos fazer deles, mas por aquilo que efetivamente são”, frisou o presidente da câmara.

Jorge Botelho afirmou ainda que esta “é uma janela de oportunidade para a Europa, para os países que fazem parte do movimento, se calhar para alguns fundos comunitários e para algumas intervenções de preservação de estilos de vida saudáveis, cidades de baixa densidade e que queiram ser características com as suas tradições e as suas formas de estar”.

A presidência da assembleia-geral da Associação Cittaslow Portugal será ocupada por Rogério Pinto, presidente da Câmara de Silves, e a do conselho fiscal por Júlio Barroso, presidente da Câmara de Lagos.

A direção será composta por António Eusébio, presidente da Câmara de São Brás de Alportel (presidente), Jorge Botelho, presidente da Câmara de Tavira (vice-presidente), e Jorge Bugalho Serpa, vereador da Câmara Municipal de Lagos (tesoureiro).

Lusa

Verifique também

Águas do Algarve lança campanha para promover poupança e uso eficiente da água

A Águas do Algarve inicia hoje uma campanha de sensibilização à poupança de água, que …